Política

Romero diz que haverá obras inauguradas por secretários

Prefeito só poderá participar de inaugurações até 1º de julho deste ano.   



Leonardo Silva
Leonardo Silva
Romero só pode participar de inaugurações até 1º de julho deste ano

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), disse nesta sexta-feira (24) que vai deixar diversas obras para serem entregues por secretários até as eleições municipais de 2 de outubro deste ano. O gestor só poderá participar de inaugurações até 1º de julho.

Diante disto, o tucano corre contra o tempo para promover inaugurações. Nos últimos dias, ele inaugurou, no distrito de Galante, a Unidade Básica de Saúde (UBS) e a Base Descentralizada do SAMU 192 – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, iluminação em LED em várias avenidas e a ampliação da Escola Municipal Luis Juvino Gomes, no Distrito de São José da Mata.

Romero também entregou a nova sede da Central de Abastecimento Farmacêutico do município (CAF) e do Procon Municipal. Na próxima semana, ele vai inaugurar o Viveiro Municipal do projeto Minha Árvore, no bairro São Januário ( Ladeira do Serrotão), antigo Ibama, entre outras obras.

“Vou deixar para os secretários entregarem muitas obras, a exemplo da duplicação da Argemiro de Figueiredo, reforma da Praça da Bandeira, Policlínica em José Pinheiro, urbanização do Campo do Guarani e inauguração da Praça da Cultura, nas Malvinas, o Cerest, ginásio em Galante e dezenas de pavimentações de ruas”, frisou Romero, que será candidato à reeleição.

Proibição

De acordo com a legislação eleitoral, é “proibido a qualquer candidato comparecer, a partir de 2 de julho de 2016, a inaugurações de obras públicas”. A inobservância do disposto neste artigo sujeita o infrator à cassação do registro ou do diploma.
A realização de evento assemelhado ou que simule inauguração poderá ser apurada na forma do art. 22 da Lei Complementar nº 64/1990 ou ser verificada na ação de impugnação de mandato eletivo.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.