Política

Ricardo anuncia reajuste básico de 3% para servidores

Aumento diferenciado para categorias varia de 9% a 18%. Reajuste foi anunciado nesta segunda (14).




O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) anunciou nesta segunda-feira  (14) um reajuste básico de 3% para os servidores públicos do estado. O aumento é válido para ativos e inativos e entra em vigor já neste mês de janeiro. O gestor também divulgou um reajuste diferenciado para algumas categorias. Os funcionários que recebem até um salário mínimo, por exemplo, vão receber um aumento de 9%.

O anúncio de Ricardo Coutinho foi feito dentro do seu programa semanal de rádio. Com o reajuste dos servidores, o governador cumpre a lei da data base, criada por ele em 2012, que estabelece 1º de janeiro como dia para revisão anual dos vencimentos. O índice de aumento linear concedido nesta segunda-feira é igual ao aplicado em 2012, que foi de 3%. Segundo o governador, o reajuste vai apresentar um impacto de 6,4% na folha de pagamento do estado.

“Nós entendemos a importância do serviço público, dos servidores, mas não se pode vicer de demagogia, de promessa que nunca poderia ser cumprida. Eu só posso trabalhar dentro dos limites do estado”, disse Ricardo ao anunciar o aumento. “É um reajuste possível, mas positivo”, completou. De acordo com o governador, não existe previsões sobre quanto a Paraíba deve receber de Fundo de Participação dos Estados (FPE) em 2013, o que gera um certo temor, mas apesar disso ele decidiu dar o aumento.

Os professores do Magistério estadual terão um aumento de 10%, em média, para ativos e inativos. Os servidores da Saúde com nível superior terão aumento entre 7% a 9%, já os do nível básico vão ter reajuste entre 12% a 18%.

A Polícia Militar e os Bombeiros vão receber entre 10% e 14 % de reajuste. A Polícia Civil terá entre 11% e 14% e os agentes penitenciários de 9,1% a 10,5%. Os funcionários do Fisco vão ter 5% de aumento.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.