Política

Rennan Trajano e Júlio César vão devolver mais de R$ 90 mil à CG

Ex-tesoureiro e secretário de Finanças foram condenados pelo TCE por irregularidades no pagamento de empenho em 2012.



Junot Lacet Filho
Junot Lacet Filho

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado imputou um débito de R$ 91,5 mil, solidariamente, ao ex-tesoureiro da Prefeitura de Campina Grande, Rennan Trajano Farias, e ao ex-secretário de Finanças, Júlio César Câmara Cabral “em razão da duplicidade de pagamento não comprovado, assinando-lhes o prazo de 30 (trinta) dias para recolhimento voluntário ao Tesouro do Município de Campina Grande, sob pena de cobrança executiva”. A decisão será publicada no Diário Eletrônico desta segunda-feira (25).

O TCE aplicou multas individuais Rennan e Júlio no valor de R$ 7.882,17 “por ato de gestão ilegal e danoso ao erário”. O relator do processo foi o conselheiro André Carlo Torres que votou pela procedência da denúncia de que, em 2012, houve “irregularidade no pagamento do empenho 4239/2012, cuja parte da quitação não fora efetivamente creditada na conta do credor”. Procurados, Rennan Trajano e Júlio César não foram encontrados para comentar a decisão do TCE-PB.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.