Política

Reforma trabalhista trará vantagens a quem não tinha direitos, diz Temer

Segundo o presidente, o Dia do Trabalho deste é um ‘momento histórico’.



Reprodução
Reprodução
Presidente afirmou que reforma também vai reduzir quantidade de ações na Justiça do Trabalho

Em mensagem pelo Dia do Trabalho, divulgada por meio das redes sociais, na manhã desta segunda -feira (1º), o presidente Michel Temer disse que a reforma das leis trabalhistas que tramita no Congresso Nacional faz do 1º de Maio deste ano um “momento histórico”.

Temer afirmou que a “modernização das leis trabalhistas” criará emprego para os jovens e concederá direitos a trabalhadores que antes não tinham, como os temporários. Ele destacou a proposta de que acordos negociados entre trabalhadores e patrões prevaleça sobre o que diz a lei, que consta no texto da reforma.

“Além de mais empregos, o resultado será mais harmonia na relação de trabalho, e, portanto, menos ações na Justiça”, disse o presidente.

>>Confira os principais pontos da reforma trabalhista aprovada na Câmara

Temer destacou a queda da inflação, desde que assumiu o cargo, como elemento que demonstra a recuperação da economia, o que levará a uma redução do desemprego, que hoje atinge mais de 14 milhões de brasileiros, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“É com trabalho que vamos vencer nossas dificuldades. Os resultados já começam a aparecer”, disse o presidente. “Acredite no Brasil, acredite na força de cada um em transformar o nosso País”, completou.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.