Política

Operação Recidiva: seis mandados de prisão preventiva são cumpridos em segunda fase

Presos e material apreendidos estão sendo levados para a sede da PF em Patos.




Seis novos pedidos de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão estão sendo cumprido pela Operação Recidiva nesta terça-feira (11) no Sertão. De acordo com informações do Ministério Público Federal (MPF), os três presos na primeira fase da operação voltam à lista: Madson Fernandes Lustosa, Marconi Edson Lustosa Félix e Joilson Gomes da Silva.

Além dos reincidentes, entre os presos desta etapa estão os engenheiros da MELF Construtora e da EMN Construções, Sérgio Pessoa Araújo e Denis Ricardo Guedes Filho. Eles são acusados de falsificar documentos de acervo técnico para fraudar licitações em municípios do Sertão. O sexto preso é Hallyson Fernandes Balduíno, parente e funcionário de Madson e Marconi, por embaraçamento à investigação.

Segundo as investigações, todos têm algum tipo de envolvimento com esquema criminoso de fraudes em licitações, desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro. De acordo com o MPF, há reincidência de pessoas que investigadas nas operações ‘Transparência’, realizada pelo MPF em João Pessoa, e ‘Ciranda’, realizada em Patos pelo Ministério Público Estadual. Com a Desumanidade e Dublê, ambas do MPF em Patos, já são pelo menos quatro operações envolvidas na reincidência, daí o nome da atual operação, Recidiva.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.