Política

PT admite insatisfação e diz que não aceita imposição de Ricardo Coutinho

Presidente Municipal do PT em João Pessoa, Anselmo Castilho diz que Ricardo tem que dialogar com partidos antes de escolher candidato a vice.




Phelipe Caldas

O presidente municipal do Partido dos Trabalhadores de João Pessoa, Anselmo Castilho, declarou nesta quinta-feira (26) que não aceita imposições do prefeito Ricardo Coutinho (PSB) na hora de definir o nome do vice-prefeito em sua chapa de reeleição à Prefeitura de João Pessoa, e que pretende intensificar o diálogo nos próximos dias a fim de discutir o assunto.

Castilho disse que quer uma chapa que seja potencializada pelos outros partidos e que é necessário trabalhar em prol de um “consenso coletivo” que fortaleça a candidatura de Ricardo na corrida eleitoral do município.

Ele declarou, inclusive, que se estes diálogos e tentativas de entendimento não acontecerem, a relação de cordialidade entre PT e PSB pode ter problemas. “O que não pode acontecer é que o prefeito queira impor um certo nome. Isto nós não aceitaremos”, disparou.

Ainda de acordo com o presidente municipal do PT pessoense, a legenda está conversando com o PMDB e com outros partidos do grupo de apoio ao prefeito Ricardo Coutinho para fazer com que ele discuta a escolha do vice com os líderes políticos.

Apesar desta clara demonstração de insatisfação por parte de Anselmo Castilho, no entanto, ele garantiu que não existe nenhum entendimento prévio com o PMDB no sentido de forçar que o vice saia obrigatoriamente de uma das legendas.

“Qualquer partido tem condições de participar da chapa majoritária, mas é importante que se converse antes que a definição seja feita”, concluiu.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.