Política

Prefeito de Ingá morre aos 64 anos vítima da Covid-19

Manoel da Lenha estava internado em um hospital de Campina Grande desde o dia 5 de julho.




Foto: divulgação/Facebook

O prefeito de Ingá, Manoel Batista Chaves Filho, mais conhecido como Manoel da Lenha (PSD), morreu em decorrência do novo coronavírus, doença causada pela Covid-19. A informação da morte foi confirmada na manhã desta quinta-feira (16) pela secretária Adjunta de Saúde do município, que também é sobrinha dele, Ezilãene Chaves Monteiro.

Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santa Clara em Campina Grande desde o último dia 5 de julho, quando testou positivo para Covid-19. Conforme a nota divulgada pela prefeitura, o prefeito da cidade seguiu internado na UTI do Santa Clara desde então, devido às comorbidades que tinha. Apesar do quadro delicado, inicialmente ele estava orientado, mas sempre sob observação médica.

Com a morte de Manoel da Lenha, quem assume em definitivo o comando da prefeitura de Ingá é Robério Lopes Burity. Ele já havia assumido interinamente o comando da cidade nesta quarta-feira (15) em razão do afastamento do Prefeito Manoel da Lenha para tratamento médico. Atualmente eles eram adversários políticos.

 

Pesar

 

Na condição também de presidente estadual do PSD, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, encaminhou voto de pesar à família e ao município de Ingá pelo falecimento precoce de Manoel da Lenha. Romero tinha se reunido, inclusive, com o prefeito e o filho, Pierre Jam de Oliveira Chaves, há algumas semanas, para tratar de pautas político-partidária e administrativa.

“Manoel foi um homem público de qualidades excepcionais e deixa um vazio enorme na vida pública, em sua terra natal, Ingá, e nos quadros do PSD paraibano”, registrou Romero.

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.