Política

Penúltimo dia da biometria: eleitores aguardam 6 horas em fila

Prazo para resolver pendências com a Justiça Eleitoral se encerra nesta quarta e muita gente deixou para o fazer a biometria ou transferência nos últimos dias.



Umberlândia Cabral
Umberlândia Cabral
No fórum eleitoral, no bairro de Tambiá, a fila dava volta no quarteirão (Umberlândia Cabral)

No penúltimo do dia antes do prazo final para regularização eleitoral, centenas de pessoas foram até o cartório eleitoral para resolver as pendências. Muitas passaram mais de seis horas na fila, como o estudante Erivelton Marcos dos Santos, que chegou às 6h no Fórum José Martinho Lisboa, no bairro de Tambiá, em João Pessoa. “Quando chegamos aqui, a fila já estava virando o quarteirão. Já estou com as pernas doendo de tanto ficar em pé. Lanchamos aqui e ficamos esperando até agora. Deu pra sentar no chão e agora acho que vou ser atendido”, disse o estudante, que ainda aguardava na fila por volta de 13h.

O estudante Samuel Lucas da Silva, de 18 anos, também foi ao Fórum tentar tirar o título eleitoral pela primeira vez. “Quando cheguei, a fila estava maior, então fomos almoçar e quando voltamos, muita gente tinha desistido”, relatou. “A gente se descuidou e viu que o prazo acabava amanhã. Então viemos hoje mesmo para ver se sai. Se não resolver hoje, eu não volto amanhã, não”, completou.

Mais um posto de atendimento

Desde o último dia 25, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) disponibilizou um posto de atendimento na sede do órgão, na Avenida Princesa Isabel , também no bairro do Tambiá. O eleitor Joefferson Lima chegou a passar pelo Fórum, mas viu o tamanho da fila e resolveu tentar a sorte na sede do TRE. “É a primeira vez que estou tentando fazer o cadastramento biométrico, então espero que eu consiga, porque a fila realmente está grande aqui também” relatou.

Caso Joefferson e outros eleitores não consigam realizar o cadastramento biométrico até o fim do prazo, nesta quarta-feira (4), eles terão o título eleitoral cancelado. Para aqueles que não conseguirem transferir o título de uma cidade para outra, basta justificar o voto para não ter que pagar multa. Já para quem for tirar o título eleitoral pela primeira vez, a multa só pode ser cobrada às pessoas que tiverem 19 anos completos.

O que perde quem tem o título cancelado?

O TRE-PB explicou que o órgão fez a campanha para o cadastramento biométrico por dois anos e que esse prazo não deve ser estendido. Quem tiver o título cancelado perde alguns direitos, como se inscrever em concurso público ou prova para cargo ou função pública , receber salário de emprego público e não obter passaporte ou carteira de identidade.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.