Política

PEN deve entregar cargos e passar para a oposição na AL

Segundo líder do PEN, Ricardo exonerou aliados dos deputados após a mudança do regimento da Assembleia.




Os deputados do PEN devem entregar todos os cargos que têm no Governo do Estado e passar a integrar o bloco de oposição na Assembleia Legislativa. A informação foi confirmada pelo líder da bancada do partido, José Aldemir, nesta quinta-feira (20) em entrevista à Paraíba 101 FM. Segundo ele, a decisão foi tomada após o governador Ricardo Coutinho (PSB) exonerar aliados dos parlamentares que votaram a favor da mudança no regimento interno da Assembleia Legislativa.

Ricardo ficou insatisfeito com a votação principalmente com o fato do novo texto determinar que a apreciação das contas do governador será feita com quórum simples na Assembleia. Conforme José Aldemir, na noite de terça-feira (18) ele falou com Ricardo, por telefone, que classificou a mudança como uma tentativa de golpe. “Ele disse quem votasse favorável ou seria inimigo do Governo ou inimigo dele e que eu deveria ficar atento com os cargos que indiquei”, disse o deputado afirmando que Ricardo alertou que agiria com retaliação.

Conforme Aldemir, toda a polêmica em torno das mudanças ocorreu sem nenhum fundamento. “ O governador achou que estávamos modificando um dispositivo com o objetivo de prejudicá-lo mais tarde. Eu até me surpreendo com esse discernimento do governador”, afirmou o líder do PEN.

De acordo com José Aldemir foram exonerados do Governo aliados dele e de outros deputados do PEN, como Branco Mendes. “Nós não fazemos política por conta de cargos não. Vamos entregar já tomamos essa deliberação, vamos elaborara um documento por escrito com essa decisão”, ressaltou o parlamentar. O PEN vinha atuando como um partido independente, mas Aldemir garantiu que agora o caminho da sigla é a oposição. “ Nós não temos mais clima de relacionamento com o governador”, pontuou.

Relação negativa

Também no programa Polêmica Paraíba, o vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) disse que foi surpreendido com a votação da mudança do regimento da Assembleia. Ex-presidente do Legislativo, ele disse que alteração prejudica a relação entre os poderes. “Isso foi muito ruim porque criou uma relação muito negativa entre o Legislativo e o Executivo. Não sei qual é o objetivo dessa modificação”, ressaltou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.