Política

Paraíba ganha mais de 100 vereadores em três anos

Dados da Confederação Nacional dos Municípios apontam que de 2008 para 2011 o número de vagas nas câmaras municipais espalhadas pela Paraíba cresceu.




Dados parciais da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) apontam que de 2008 para cá o número de vagas nas câmaras municipais espalhadas por toda a Paraíba aumentou em 80 cadeiras. Porém, o número poderá passar de 100, pois o levantamento não incluiu as últimas mudanças registradas em algumas cidades, como em Santa Rita e Bayeux, por exemplo. As duas cidades juntas abriram oportunidade para 15 novos futuros parlamentares.

A quantidade de vereadores pode aumentar ainda mais. A previsão é que outros 44 assentos sejam criados até o final deste ano. O levantamento da CNM levou em consideração 44 municípios da PB enquadrados em dois perfis – que tinham alterado o número de vagas na Câmara, ou poderiam fazer isso no período de 2008 a 2011. Na lista, 26 aumentaram de fato o número de assentos (Bayeux foi colocada como previsão, apesar de concretizada a mudança recentemente; Santa Rita sequer foi citada, mesmo tendo sofrido o aumento).

Levando em consideração as 12 cidades da Região Metropolitana de João Pessoa, o estudo contabilizou apenas 16 novas vagas no período. Na capital, por exemplo, a quantidade de vereadores passou de 21 para 27 cadeiras, ou seja, seis a mais em três anos. Mais duas vagas foram no Conde, quatro em Mamanguape, duas em Pitimbu e duas em Rio Tinto. Somadas às modificações feitas em Bayeux (7) e Santa Rita (8), que não estão no levantamento da CNM, o número chega a 31.

Ainda considerando a Região Metropolitana, Alhandra não aumentou a quantidade de vagas na sua Câmara Municipal, mas o estudo apontou uma previsão de ampliação de nove para 11 membros, ou seja, dois novos assentos. Bayeux não apresentou mudança no levantamento da CNM, mas na semana passada foi regulamentada uma emenda à Lei Orgânica da cidade, subindo o número de vagas de dez para 17 assentos, como foi previsto pela Confederação Nacional.

Enquanto isso, Santa Rita não foi citada no estudo sequer como previsão. Porém, recentemente a Câmara Municipal da cidade também aumentou oito vagas para vereadores. Ainda com relação à Região Metropolitana de João Pessoa, não foram citadas as cidades de Caaporã, Cabedelo, Cruz do Espírito Santo e Lucena. Já em Campina Grande a quantidade de vereadores passou de 16 para 23. Todas essas ampliações são fruto da Emenda 58, que alterou a Constituição Federal.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.