Política

Nominado critica pressa do MP na divulgação de lista dos “fichas sujas”

Polêmica causada pela divulgação da famosa lista dos candidatos “ficha suja” seria culpa da “precipitação” do Ministério Público Eleitoral.



Lívia Falcão
Lívia Falcão
Nominando Diniz critica

Phelipe Caldas

O presidente em exercício do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Nominando Diniz, falou nesta sexta-feira (1º), em entrevista ao Paraíba Agora, da 101 FM, sobre a polêmica causada pela divulgação da famosa lista dos candidatos “fichas sujas”, e culpou por isto a “precipitação” do Ministério Público Eleitoral.

Ele disse que o TCE se limitou a entregar a lista ao Ministério Público para que este tivesse informações que pudessem ser importantes para as eleições, e que a decisão de torná-la pública foi dele.

Em sua opinião, o que faltou foi o Ministério Público fazer uma explicação mais aprofundada à imprensa sobre a lista, para evitar que houvesse confusões e mau-entendidos.

Uma delas diz respeito ao fato de a lista ainda ser incompleta e não considerar que alguns jugamentos estão sub judice por causa de um “recurso de consideração”.

“Como alguns processos estão sub judice, os respectivos gestores não podem ser inseridos na lista, o que deu a entender que eles não tinham sido julgados. Este é um entendimento errôneo que aconteceu por causa da pressa em se divulgar a lista”, destacou.

Por fim, ele destacou que a lista de candidatos com contas reprovadas ainda não é definitiva, e que até a diplomação outros nomes podem ser “pegos”.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.