Política

Ministro lança parcerias que devem injetar R$ 20 milhões na Paraíba

Ministro do Trabalho Carlos Lupi lança o Projovem Trabalhador em JP. Em CG, ele inagurou nova sede da Gerência Regional. Sindicato cobrou nomeação de mais fiscais.




Karoline Zilah

O Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi (PDT), cumpre agenda na Paraíba nesta segunda-feira (25) para lançar programas em parceria com o Governo do Estado e receber o título de cidadão paraibano na Assembleia Legislativa.

Uma dos principais motivos da vinda do ministro é sua participação na aula inaugural do Projovem Trabalhador, num convênio com o Governo do Estado e a Prefeitura de João Pessoa.

O programa oferece cursos de capacitação para 6 mil jovens em 19 áreas do mercado de trabalho. "No total, somando a bolsa-auxílio no valor de R$ 600 para cada aluno, lanche, vale transporte, material didático e fardamento, a iniciativa significa uma injeção de R$ 20 milhões na economia do Estado", explicou o vice-governador Rômulo Gouveia. As bolsas serão recebidas pelos alunos em seis parcelas de R$ 100.

Novo sistema de atendimento

Lupi desembarcou às 9h30 no aeroporto Presidente João Suassuna, em Campina Grande, de onde seguiu para a nova sede da Gerência Regional do Trabalho, na rua Ernane Lauritzen, Centro da cidade. 

Na inauguração, o ministro ressaltou que as instalações contam com sistema totalmente informatizado para expedir carteiras de trabalho na mesma hora do atendimento e facilitar o processo de entrada no seguro-desemprego.

Após a solenidade, ele seguiu para João Pessoa, onde tem um almoço com o governador Ricardo Coutinho (PSB). Na pauta, estão pedidos do Estado ao Ministério por investimentos em programas de geração de emprego e renda, capacitações e políticas de sustentabilidade que impulsionem a economia local. Um dos exemplos é Empreender Paraíba, que oferece acesso ao crédito e ao mercado de trabalho aos micro e pequenos empreendedores.

Déficit na fiscalização de irregularidades

Antes da cerimônia de inauguração do escritório da Gerência Regional do Trabalho em Campina Grande, o ministro Carlos Lupi recebeu um documento que pede a realização de concurso público para novos auditores fiscais na Paraíba. Quem alertou para o problema foi o secretário-geral da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) na Paraíba, José do Nascimento Coelho.

Lupi recebeu a reinvidicação e disse que vai solicitar ao Ministério do Planejamento a autorização para nomear 120 novos auditores fiscais em todo o país. "O número de auditores hoje em todo o Brasil não é satisfatório, mas estamos tentando otimizar as fiscalizações neste momento. Um exemplo é o marco regulatório da construção civil que será lançado pelo Governo Federal para diminuir a quantidade de acidentes do trabalho", comentou o ministro.

Segundo José Coelho, atualmente o Ministério do Trabalho possui em seu quadro efetivo em todo o país apenas 2.994 auditores fiscais, quando existe uma necessidade de pelo menos cinco mil profissionais.

"Em Campina Grande, são apenas cinco fiscais para atender às denúncias que chegam na cidade e em mais 83 municípios. Como é possível manter a dignidade do trabalhador desta forma? Recentemente houve quatro mortes na construção civil em Campina", alertou Coelho.

Confrme o sindicalista, os profissionais atualmente não dão conta do crescimento das irregularidades trabalhistas, principalmente, no ramo da construção civil. Outra preocupação do sindicato é de ampliar o número de fiscais para que o MTE possa combater, com maior eficácia, o trabalho escravo nas pedreiras e em minas, que também tem gerado uma série de acidentes.

Novas instalações para o Sine Estadual

Durante discurso na inauguração da nova Gerência Regional do Trabalho e Emprego em Campina Grande, o vice-governador Rômulo Gouveia pediu ao ministro Carlos Lupi que disponibilize para o Sine Estadual o antigo prédio da Gerência, no Centro da cidade. 

O órgão, que faz o intermédio da oferta de vagas entre empresas e candidatos, está funcionando provisoriamente na Casa da Cidadania, às margens do Açude Velho, mas não tem sede própria. Caso a mudança seja autorizada, o Sine ganhará novo endereço, na rua Álvaro Gaudêncio de Souza.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.