Política

Ministério da Justiça prorroga emprego da Força Nacional na Paraíba

Nova portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (13).




Ministério da Justiça prorroga emprego da Força Nacional na Paraíba. Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O emprego da Força Nacional na Paraíba, para “prestar apoio técnico operacional em aviação policial”, foi prorrogado mais uma vez pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ). A portaria, assinada pelo ministro André Luiz de Almeida Mendonça, foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (13), e estende por mais 90 dias a presença da equipe especializada no estado.

De acordo com a portaria, a Força Nacional de Segurança Pública deve continuar prestando apoio técnico operacional em aviação policial, no Estado da Paraíba, em consonância com os órgãos integrantes do Sistema de Segurança Pública do estado, em caráter episódico e planejado, no período de 12 de outubro a 9 de janeiro de 2021.

A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública.

O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A presença da Força Nacional no estado foi autorizada em outubro do ano passado, pelo então ministro Sérgio Moro. De acordo com a Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba, o apoio foi pedido exclusivamente em relação a pilotos da Força Nacional para atuar nas aeronaves da Paraíba, repassando conhecimento para os que atuam no estado e vice-versa. O termo de cooperação técnica é comum entre os estados.

Outro objetivo da presença de policiais da Força Nacional na Paraíba é auxiliar na capacitação dos pilotos do Estado, que terão atuação no Grupo de Resgate Aeromédico Estadual (Grame), que compõe a Rede de Urgência e Emergência da Paraíba.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.