Política

Marcos Vinícius cria 73 novos cargos comissionados na Câmara da capital

Novo presidente também aumentou a remuneração de auxiliares. 




O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Marcos Vinícius (PSDB), conseguiu aprovar e promulgar uma lei que cria 73 cargos para provimento sem a necessidade de concurso público na Casa. A mesma lei também revisa a remuneração de alguns cargos comissionados e funções de confiança, como o Diretor Geral, que teve o salário reajustado de R$ 9,6 mil para R$ 12 mil.

A lei, que foi publicada no Semanário Oficial de João Pessoa, referente a 02 a 8 de abril, tramitou na Câmara sem discurssões em plenário. Com as mudanças na estrutura organizacional da Câmara Municipal, foram criados 20 novos nomenclaturas de cargos, a maioria ligada diretamente à presidência. 

Em maior número são cargos para assistente de Imprensa e Divulgação (12) e de assessores especiais das Comissões (9), da Presidência (6), da Diretoria Geral (6) e da 1ª Secretaria (5), atualmente ocupada pela veeradora Raíssa Lacerda (PSD), que recentemente se queixou por não ter seus pleitos por cargos na administração municipal atendidos pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD). 

A lei, em contrapartida, extingue os cargos de provimento em comissão de Diretor de Recursos Humanos, Assessor da Escola do Legislativo, Assessor da Ouvidoria, Assessor das Comissões, Assessor do Centro Cultural, Assessor Especial da Diretoria Geral e Assessor de Imprensa e Divulgação. 

A reportagem do JORNAL DA PARAÍBA entrou em contato com o presidente Marcos Vinícius, mas não obteve retorno. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.