Política

Mangueira assume mandato na Câmara de João Pessoa após saída de Corujinha

Suplente conseguiu vaga com nomeação do titular para cargo na gestão de Cícero Lucena.




Foto: Suetoni Souto Maior/CMJP

O suplente de vereador, Mangueira (PP), assumiu nesta terça-feira (12) um mandato na Câmara Municipal de João Pessoa. Ele vai ocupar o posto no lugar do titular, o vereador e ex-presidente da Casa, João Corujinha (PP). A posse ocorreu no gabinete do presidente da Casa, Dinho (Avante). Mangueira destacou que seu mandato será pautado pelas causas sociais.

Mangueira adiantou, ainda, que já tem no que diz respeito aos mercados públicos. “O mercado público do Rangel vive uma situação de descaso e vou lutar para que haja uma reforma capaz de eliminar problemas como o esgoto a céu aberto. Além disso, vou solicitar ao prefeito Cícero Lucena que implante uma base da Guarda Municipal no Mercado Central, que enfrenta uma realidade de estupros, pequenos furtos, assaltos, perturbando comerciantes e clientes”, resumiu.

O retorno de Mangueira à Casa aconteceu por decisão do prefeito Cícero Lucena (PP), que decidiu nomear Corujinha para a nova secretaria da gestão municipal: Cidadania e Direitos Humanos. A ‘pasta’ foi desmembrada da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Corujinha foi indicado logo após a derrota na disputa interna para voltar a ocupar a presidência da Câmara Municipal por mais um biênio, através de uma tentativa de articulação política do vereador Mikika Leitão (MDB). Ele tentou judicializar a eleição, para evitar a votação antecipada do segundo biênio, mas não obteve sucesso.

No ‘arranjo’ para assegurar Dinho como presidente da Casa no primeiro biênio 2021-2022 e de Bruno Farias (Cidadania), Cícero Lucena nomeou Felipe Leitão, filho de Mikika, para a secretaria de Desenvolvimento Social, e Corujinha para a nova pasta.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.