Política

Mais de 60 centros para enfrentamento da Covid-19 são credenciados na Paraíba

O Ministério da Saúde credenciou municípios, que devem receber verba federal para tratar a população.




Foto: Bruno Concha/Secom

O Ministério da Saúde credenciou 64 Centros de Atendimento para enfrentamento da pandemia causada pelo coronavírus na Paraíba. Os equipamentos devem servir para auxiliar os municípios à dentificação precoce dos casos, com atendimento adequado das pessoas com síndrome gripal (SG) e Covid-19, no Sistema Único de Saúde (SUS). A lista das prefeituras contempladas foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (22).

Os Centros de Atendimento podem identificar e tratar os casos com sintomas leves de coronavírus. Estes estabelecimentos possibilitam que os demais serviços oferecidos nas unidades de saúde da Atenção Primária, como cuidados com a saúde da criança, consultas de pré-natal, acompanhamento de pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão, sejam mantidos e retornem à rotina habitual. A criação dessa estratégia de atendimento dos cidadãos com Covid-19 foi feita por meio da portaria nº 1.445, de 29 de maio de 2020.

Os Centros de Atendimento devem oferecer os seguintes espaços: consultório, sala de acolhimento, sala de isolamento e sala de coleta. Podem ser instalados em estabelecimentos de saúde, como Unidade de Saúde, Unidade Mista, Policlínica, Centro Especializado. Precisam funcionar 40 horas por semana com a composição de médico, enfermeiro e técnico ou auxiliar de enfermagem.

 

Solicitação

 

Os Centros de Atendimento estão disponíveis para todos os municípios brasileiros que solicitarem credenciamento. Estas unidades atuam como ponto de referência da Atenção Primária à Saúde (APS) e buscam também conter a transmissibilidade do coronavírus, ao reduzir a ida de pessoas com sintomas leves aos serviços de urgências ou hospitais, além de deixar a procura das unidades de saúde para manutenção e retorno do atendimento de rotina.

As gestões municipal e distrital podem utilizar os espaços disponíveis em sua rede de saúde ou até mesmo criar um espaço específico para o Centro de Atendimento. A decisão de como operacionalizar a estratégia é de autonomia do gestor. As solicitações de credenciamento estão sujeitas a análise técnica e orçamentária e podem ser feitas por meio da página e-Gestor AB.

Os Centros de Atendimento para enfrentamento da Covid-19 podem ser de três tipos: Tipo 1, para municípios de até 70 mil habitantes; Tipo 2, para municípios entre 70 e 300 mil habitantes; e Tipo 3, para municípios com mais de 300 mil habitantes. O incentivo financeiro para os municípios e Distrito Federal possui os seguintes valores mensais: R$ 60 mil para os Centros de Atendimento Tipo 1; R$ 80 mil para os do Tipo 2; e R$ 100 mil para os do Tipo 3.

 

Municípios contemplados:
Imaculada
Passagem
Vista Serrana
Catingueira
Monteiro
São José do Brejo do Cruz
Piancó
São José dos Ramos
Juarez Távora
Belém do Brejo do Cruz
Mamanguape
Catingueira
Remígio
Curral de Cima
Ingá
Pilar
Jacaraú
Patos
Lagoa de Dentro
Catingueira
Cacimba de Areia
Itabaiana
Mulungu
Pilõezinhos
Pedras de Fogo
Santa Teresinha
Pombal
Santana dos Garrotes
Emas
Esperança
Nova Olinda
Umbuzeiro
Pedra Branca
Brejo do Cruz
Alagoinha
Baía da Traição
Boqueirão
Ouro Velho
Água Branca
Areia de Baraúnas
São Bento
São Mamede
São José de Princesa
Manaíra
Areia
Aguiar
Olho D’Água
Tavares
Junco do Seridó
São José do Sabugi
Diamante
Duas Estradas
Serra Grande
São José de Piranhas
Jericó
Cruz do Espírito Santo
São José do Bonfim
Marizópolis
São José de Espinharas
Santa Luzia
Princesa Isabel
Araçagi
Logradouro
Curral Velho

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.