Política

Leilão de aeroportos, incluindo os de João Pessoa e Campina Grande, vai render R$ 3,5 bi, diz Bolsonaro

Segundo o presidente, terminais vão ser leiloados ainda no mês de março.




No total, são 12 terminais na lista (Foto: Arquivo)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou nesta segunda-feira (18) que o leilão dos aeroportos Castro Pinto, na Grande João Pessoa, e João Suassuna, em Campina Grande, vão acontecer em março. No total, 12 terminais de 8 estados vão ser concedidos à iniciativa privativa. Segundo o presidente, a expectativa de captação para o governo federal com o leilão é de R$ 3,5 bilhões.

“Leilão de 12 aeroportos: mais de R$ 3,5 bi em investimentos nos terminais. Composto pelos aeroportos de Recife-PE, Maceió-AL, Aracaju-SE, Juazeiro do Norte -CE, João Pessoa, Campina Grande-PB, Vitória-ES e Macaé-RJ, Cuiabá e Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos em MT”, publicou o presidente em sua conta no Twitter.

A meta faz parte do planejamento de ações dos 100 primeiros dias de governo, divulgado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no fim de janeiro.

>>> Bolsonaro confirma leilão de terminais do Porto de Cabedelo; lance inicial é de R$ 1

>>> Tarifas de embarque em aeroportos da Paraíba terão aumento de 5,39%

Quando tomou posse no começo de janeiro, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, havia anunciado que o leilão dos aeroportos seria realizado em 15 de março. Os terminais pertences à Infraero vão ser licitados em três blocos: bloco Nordeste (aeroportos de Recife, Maceió, João Pessoa, Campina Grande, Juazeiro do Norte e Sergipe); bloco Centro-Oeste (Cuiabá, Marechal Rondon, Alta Floresta e Sinop, todos no Mato Grosso) e Sudeste (Macaé e Vitória).

Segundo Bolsonaro, os leilões vão garantir “qualidade no serviço específico, empregabilidade e economia”.

De acordo com os cálculos feitos pelo governo, a estimativa é arrecadar R$ 6,4 bilhões até o fim do ano, considerando a concessão de todos os aeroportos.

Além dos terminais aeroportuários, o Ministério da Infraestrutura ainda pretende arrendar mais 10 terminais portuários e a Ferrovia Norte-Sul ainda nos 100 primeiros dias de governo. O valor total estimado em investimentos com essa ação supera R$ 7 bilhões.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.