Política

Juíza libera divulgação de pesquisa para prefeito de Campina Grande

Após impugnação do PSD, Instituto Veritá apresenta dados Justiça libera publicação. 



Agência Brasil
Agência Brasil
Pesquisa para prefeito de Campina Grande está liberada para ser divulgada

A juíza da 17ª Zona Eleitoral, Ana Amélia Alecrim Câmara, liberou nesta quinta-feira (21) a divulgação da pesquisa para prefeito de Campina Grande, registrada pelo Instituto Veritá, sediado em Uberlândia (MG). A pesquisa estava impugnada liminarmente desde o dia 14 de julho.

A liminar foi impetrada pelo PSD que alegou irregularidades no registro. Dentre elas, não especificou o valor e a origem dos recursos despendidos, bem como não informou a área física onde foi realizada a pesquisa.

No pedido de reconsideração, a assessoria do instituto anexou os dados que faltam. Foram entrevistadas 522 pessoas de ambos os sexos, moradores e domiciliados na área de abrangência há mais de um ano, no perímetro urbano de Campina Grande. Além de aferir as intenções de voto para prefeito, a pesquisa avaliou o governo municipal e federal. A pesquisa foi financiada com recursos próprio do Instituto Veritá.

Decisão

“Com efeito, após complementação dos dados faltantes, resta claro o atendimento aos requisitos previstos no art. 2 incisos II e IV e parágrafo 6º da Resolução 23.453/2015. Uma vez constatado o cumprimento pelo instituto de pesquisa impugnado, de todos os requisitos exigidos na Resolução nº 23.453 e Lei 9.504/97, há de ser julgada improcedente a ação de impugnação ao registro da pesquisa”, sentencia a juíza Ana Amélia
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.