Política

Juiz eleitoral acata Aije e cassa mandato do prefeito de Esperança

Prefeito Nobinho é acusado de beneficiar eleitores durante período eleitoral. Ficou para o TRE decidir se marca nova eleição, mas decisão ainda cabe recurso.




Da Redação

O juiz Jailson Suassuna, da 66ª Zona Eleitoral, decidiu nesta quarta-feira (29) pela cassação do mandato do prefeito de Esperança, Nóbson Pedro de Almeida (PTB), o Nobinho, acusado de dar benefícios a eleitores durante o período eleitoral de 2008.

A denúncias foram apresentadas ao Ministério Público Eleitoral pelo candidato Anderson Monteiro (DEM), filho do deputado estadual Arnaldo Monteiro (DEM) e segundo colocado nas disputas municipais em Esperança. O MPE, por sua vez, deu entrada na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que motivou a cassação.

O juiz decidiu pelo afastamento imediato do prefeito do cargo, mas não decidiu pela posse do segundo colocado.

Como Nobinho teve 56% dos votos, maioria absoluta do eleitorado, o juiz enviou o processo para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que agora vai decidir se se realiza ou não novas eleições no município.

Nobinho, contudo, tem direito a recorrer no próprio TRE e pelo menos por enquanto deve permanecer no cargo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.