Política

João Azevêdo assina contratos para construção de empreendimentos no Polo Turístico Cabo Branco

Empreendimentos vão gerar um aumento de 12% nos leitos da rede hoteleira.




Foto: Divulgação / Secom

O governador da Paraíba João Azevêdo (Cidadania) assinou, nesta quinta-feira (15), os contratos para construção de três empreendimentos no Polo Turístico Cabo Branco. Os documentos foram assinados no Centro de Convenções de João Pessoa, e as obras para construção dos empreendimentos serão iniciadas em até seis meses, e devem ser concluídas em dois anos.

De acordo com o governo, os três empreendimentos devem injetar cerca de R$ 600 milhões na economia paraibana, e gerar inicialmente cerca de 4.600 empregos diretos e indiretos. Os três empreendimentos juntos vão assegurar um aumento de 12% no total de leitos, e devem atrair turistas. Eles também representam uma movimentação financeira de R$ 2 bilhões.

“Esse é um momento histórico porque esse projeto passou por diversas etapas e assinamos três contratos para a construção de um hotel pelo Grupo A. Gaspar, um outro hotel pelo grupo Amado e um grande parque de animação, que será um dos maiores do mundo e que também contará com um hotel, trazendo para a Paraíba e para o Brasil a primeira grande piscina de surf, onde poderão ser realizadas etapas de campeonato mundial da modalidade esportiva. Toda a rede hoteleira do Estado será beneficiada com a chegada desses novos equipamentos de atração turística porque as pessoas também vão conhecer a Pedra do Ingá, a Pedra da Boca, o Vale dos Dinossauros e o Lajedo de Pai Mateus”, frisou João Azevêdo.

Para a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, o trade turístico e a população da Paraíba presenciam um momento histórico, aguardado há mais de 30 anos. “Nós esperávamos por isso há mais de 30 anos, que era o real destravamento do Polo Turístico e o início do trabalho deles vai estimular outros empresários a fazerem a mesma coisa. Vamos ter resorts de grande porte e de bandeira internacional, nós estávamos precisando, não tínhamos e, agora, vamos ter. Isso também estimula mais voos, divulgação e infraestrutura para todos nós”, pontuou.

O Polo Turístico Cabo Branco conta com uma área de 654 hectares com 35 lotes, sendo 19 para o setor hoteleiro, 5 para o setor de animação, 10 para comercial e serviços e 1 para o setor de eventos. O Polo também é cercado pela maior reserva ambiental da Paraíba.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.