Política

Janela partidária é aberta com vereadores de João Pessoa e Campina Grande já com mudança de sigla confirmada

Pelo menos dez nomes, nas duas câmaras, devem mudar de partido nos primeiros dias da abertura do prazo.




Foto: Olenildo Nascimento/CMJP

Um período bastante aguardado por vereadores de todo o Brasil começa nesta quinta-feira (5), com a abertura da janela partidária, permitindo que os parlamentares concretizem o ‘troca-troca’ de partidos, sem nenhum tipo de punição por isso. Na Câmara de João Pessoa, pelo menos seis nomes já sinalizaram que não permanecerão nas legendas atuais. Em Campina Grande, a maior parte dos vereadores aparentemente está contente com as atuais siglas, mas pelo menos quatro devem mudar de ‘endereço’. A janela tem um prazo de 30 dias.

Movidos pela mudança de partido do governador João Azevêdo, que após anos nos quadros do PSB anunciou a sua ida para o Cidadania, os vereadores Léo Bezerra e Zezinho Botafogo seguirão pelo mesmo caminho. Tibério Limeira, atualmente na secretaria de Desenvolvimento Humano do Governo do Estado, também deixará o clã socialista. Estes nomes, inclusive, participaram de um evento organizado pelo Cidadania.

Sandra Marrocos, aliada histórica do ex-governador Ricardo Coutinho, não seguirá pelo mesmo caminho dos seus companheiros de bancada e fará o caminho inverso: voltará ao Partido dos Trabalhadores (PT). Inclusive, pelas suas contas nas redes sociais, a vereadora já anunciou que seu ato de filiação será nesta sexta-feira (6).

Procurado pelo JORNAL DA PARAÍBA, o vereador Tanilson Soares não respondeu se permanece ou se deixará o PSB, assim como Léo, Tibério, Zezinho e Sandra. Seu pai, por exemplo, o deputado estadual Edmilson Soares, está no Podemos e isso poderia influenciar na decisão do filho. Outra possibilidade é de que Tanilson vá para o Cidadania e na próxima janela, destinada aos deputados estaduais e federais, Edmilson tome a mesma decisão.

O ex-presidente da Câmara de João Pessoa, Marcos Vinícius, também deve deixar o PSDB. O destino provável é o Progressistas, do deputado federal Aguinaldo Ribeiro e da senadora Daniella Ribeiro. Um nome que também não está satisfeito com a sua legenda atual é o vereador Milanez Neto e que, na verdade, esse descontentamento com o PTB vem desde as eleições de 2016, quando ele apoiou o prefeito Luciano Cartaxo (PV) e Wilson Filho, que junto com Wilson Santiago comandam o partido na Paraíba, ofereceram apoio a Cida Ramos (PSB) e ganharam a vaga de vice na chapa socialista.

Helton Renê, que ocupa o cargo de secretário do Procon de João Pessoa, deve aproveitar a janela partidária para o PCdoB. Ele disse que tem mantido diálogo com, pelo menos, quatro siglas e que o seu destino ainda depende de uma conversa com Luciano Cartaxo.

Quatro na Rainha

Em Campina Grande, Bruno Faustino já está de malas prontas para ingressar no PTB, o que provavelmente deixará o PSB apenas com Anderson Maia. Outro vereador que aproveitará a janela partidária é Teles Albuquerque, atualmente no PSC. Ao JORNAL DA PARAÍBA, ele afirmou que não existe mais um clima agradável para permanecer e recebeu convite de cinco outros partidos, um deles o PSD do prefeito Romero Rodrigues.

Nos bastidores da política da Rainha da Borborema, a discussão é que outros parlamentares também estariam deixando os seus atuais partidos, como Rodrigo Ramos (PDT) e Saulo Germano (DC).

Em Campina Grande, pelo menos quatro nomes devem mudar de sigla nestes primeiros dias. Foto: Divulgação/CMCG


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.