Política

Felipe Leitão é eleito vice-presidente da ALPB no lugar de Genival Matias

O deputado vai ocupar o posto até dezembro de 2021.




Felipe Leitão vai assumir cadeira deixa pelo amigo Genival Matias, morto em julho deste ano. Foto: Nyll Pereira/ALPB

O deputado Felipe Leitão (Avante) foi eleito por unanimidade nesta quarta-feira (12) o novo 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Ele vai ocupar o posto até dezembro de 2021, em substituição ao deputado Genival Matias (Avante), morto no dia 19 de julho, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, enquanto passeava de jet ski em uma praia de Pernambuco.

A votação para oficializar o nome de Felipe Leitão foi realizada pelo sistema eletrônico de votação, de forma remota, através do voto secreto. Ele foi empossado imediatamente após a votação. Antes de agradecer a votação, ele passou o bastão da liderança do G11 para o deputado Tião Gomes (Avante), uma vez que o Regimento Interno da Casa veda a acumulação das funções.

“Não posso exibir essa conquista como um troféu devido às circunstancias em que ela se tornou possível. Suceder Genival Matias é um desafio, devido as qualidades que ele tinha, como grande pacificador e articulador político. ele ajudou Galdino a conduzir com maestria a Casa. Procurarei honrar a confiança que em mim foi depositada”, declarou Leitão.

A eleição seguiu o Regimento Interno da ALPB, que prevê que, em caso de vacância de cargo da Mesa Diretora por morte, a escolha do substituto deverá acontecer até a quinta sessão realizada após o fato. Neste caso, a eleição foi realizada na terceira sessão após a morte de Genival Matias.

As inscrições dos interessados em participar da disputa foram realizadas até às 17h desta terça-feira (11). Apenas o deputado Felipe Leitão se apresentou para concorrer à vaga.

 

Felipe Leitão

 

Eleito em 2008 vereador da capital paraibana com 4.846 votos. Em 2012 foi reconduzido à Câmara Municipal de João Pessoa, após obter 5.070 votos.

No período que esteve à frente do cargo eletivo, apresentou 500 requerimentos, dos quais apenas um teve rejeição. Participação ativa na Casa, das 19 matérias no formato de Projeto de Lei Ordinária, sete foram transformadas em lei municipal. Foi vice-presidente da Câmara biênio 2015 a 2016.

Estudante em Gestão Publica e Administração, teve sua primeira atividade política ainda jovem no grêmio estudantil do colégio PHD, em João Pessoa. 

A história de sua família sempre esteve ligada à política, a exemplo do seu pai, Mikika Leitão – ex-deputado estadual – seu tio, Inaldo Leitão- ex-deputado federal.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.