Política

Felipe Leitão é diplomado pelo mesmo juiz que julgará Aije contra ele

Vereador eleito Felipe Leitão (PRP) passou por um momento inusitado nesta quinta-feira (18), ao ser diplomado pelo juiz Aluízio Bezerra.



Phelipe Caldas
Phelipe Caldas
Felipe Leitão diz que processo contra ele é uma armação

Phelipe Caldas

O vereador eleito Felipe Leitão (PRP) passou por um momento inusitado nesta quinta-feira (18), ao ser diplomado pelo juiz Aluízio Bezerra, que já foi responsável por julgar o processo que o acusa de comprar (e não pagar) uma série de votos nas últimas eleições. E na platéia, estava o delegado da Polícia Federal Derly Brasileiro, que foi quem escutou as testemunhas que o denunciaram, e o promotor eleitoral Amadeus Lopes, que deu entrada no processo contra Leitão.

Apesar do ambiente aparentemente inóspito, Felipe Leitão diz que está tranqüilo de que não cometeu atos ilícitos nas últimas eleições municipais.

Ele declarou também que o processo movido contra ele não passa de uma armação que na hora certa será desmascarada e que isto não vai afetar o seu mandato.

“Na hora que eu for convocado eu estarei pronto para prestar esclarecimentos à justiça eleitoral e provar minha inocência”, destacou. “Quero trabalhar pelo povo e defender a minha cidade”, completou.

Sobre o seu posicionamento na Câmara Municipal, ele disse que está disposto a dialogar com todos os grupos políticos, mas que pretende adotar uma “postura independente”.

Entenda o caso – Felipe Leitão foi denunciado por moradores de uma comunidade da Capital de ter aplicado um “calote”. Eles teriam armado um esquema de compra de votos em vários bairros, mas não teriam pago o valor prometido: R$ 70 aos eleitores e R$ 200 às lideranças que conseguissem mobilizar os eleitores dispostos a vender o voto.

Neste momento, uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) está sendo movida que o acusa de captação ilícita de recursos e de compra de voto.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.