Política

Ex-prefeito de Curral de Cima terá que devolver R$ 6,3 milhões aos cofres públicos

Nadir Figueiredo não aplicou os percentuais mínimos em educação e saúde e executou despesas não licitadas.




Ex-prefeito Nadir Figueiredo teve duas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado

Mais um gestor terá que devolver recursos aos cofres públicos. O ex-prefeito de Curral de Cima, na Zona da Mata paraibana, Nadir Fernandes de Farias, terá que devolver R$ 6.324.780,15 aos cofres públicos. O montante é referente a aplicações insuficientes em educação e saúde, desvio de bens, despesas não licitadas e outras não documentalmente comprovadas. O gestor teve as suas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado com imputação de débito.

Na quarta-feira (23), o Ministério Público tinha notificado a Procuradoria da Prefeitura de Curral de Cima para ajuizar Ação de Cobrança dos débitos constantes nos acórdãos da Corte de Contas, referentes aos exercícios financeiros de 2013 e 2014.

Entre as irregularidades apontadas estão desvio de bens e recursos públicos, consumo excessivo de combustíveis, disponibilidades financeiras não comprovadas e saídas de recursos municipais também sem comprovação documental.

A Reportagem do Jornal da Paraíba procurou o ex-prefeito para ele comentar as decisões do Tribunal de Contas e a Ação de Cobrança do Ministério Público, mas não o encontrou.

Mais condenações

O Tribunal de Contas da Paraíba também já emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2016 encaminhadas pelo ex-prefeito de Curral de Cima, Nadir Fernandes a quem impôs o débito de R$ 1.875.670,57 por despesas sem comprovação documental.

Em 2015, não foi diferente. O TCE-PB emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2015 de Nadir Fernandes a quem impôs o débito de R$ 3.407.742,30. Ele respondeu, entre outras irregularidades, pelo desvio de bens e recursos públicos, consumo excessivo de combustíveis, disponibilidades financeiras não comprovadas e saídas de recursos municipais também sem comprovação documental.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.