Política

Ex-prefeita de Itabaiana, Dona Dida morre por problemas respiratórios em João Pessoa

Ela contraiu covid-19 e estava internada há 50 dias em um hospital particular.




Foto: arquivo pessoal/Facebook

Morreu na madrugada desta quarta-feira (1º), aos 81 anos, a da ex-deputada estadual e ex-prefeita de Itabaiana, Eurídice Moreira da Silva, mais conhecida como Dona Dida. Ela estava internada há 50 dias no Hospital Memorial São Francisco, em João Pessoa, onde estava internada há 50 dias por problemas respiratórios, em decorrência do coronavírus.

O sepultamento acontece na manhã desta quarta-feira no cemitério Parque das Acácias, no José Américo, em cerimônia restrita a parentes e amigos mais próximos.

Mãe do atual vice-prefeito José Sinval, Dona Dida era viúva de Aglair Silva, que também governou o município. Natural de Alagoas, em sua trajetória política na Paraíba acumulou dois mandatos como prefeita de Itabaiana, de 2005 até 2012,  e também ocupou uma das 36 cadeiras da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) por um mandato, entre 1995 e 1998. Ela era formada em Línguas Neolatinas, com pós-graduação em Francês, pela Faculdade de Lyon (França).

 

Luto

 

A Assembleia Legislativa da Paraíba decretou luto de três dias e ofertou condolências à família das ex-deputada na sessão remota realizada na sessão desta quarta-feira.

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) lamentou a morte de Dona Dida. “Lamentamos a morte dessa mulher forte que contribuiu diretamente para o municipalismo na Paraíba quando foi prefeita e também deputada. Sua vida pública foi pautada pela defesa da população e o desenvolvimento da sua região polarizada pelo município de Itabaiana. A Paraíba perde um grande quadro político. Deixamos o nosso mais profundo pesar à família e aos amigos de Dona Dida”, destacou George Coelho, presidente da Famup.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.