Política

Efraim Morais lidera ranking de Senadores paraibanos com mais faltas não justificadas

Logo em seguida vem os senadores Roberto Cavalcanti (PRB) e Cícero Lucena (PSDB). O ranking nacional é liderado pelo líder da casa, o senador José Sarney (PMDB).




Da Redação

Segundo levantamento feito pelo site Congresso em Foco, com números da própria Secretaria Geral da Mesa, o senador com mais faltas não justificadas foi o próprio líder do Senado, o senador José Sarney (PMDB-AP). Na Paraíba, Efraim Morais (DEM) lidera em número de faltas seguido por Roberto Cavalcanti (PRB).

Clique aqui para conferir a lista completa

O líder do senado contesta os números oficiais, afirmando que, segundo sua agenda pessoal, o número de faltas injustificadas foram 10 e não 20 como anunciou o levantamento. De acordo com o porta-voz de Sarney, Francisco Mendonça, três das 10 faltas alegadas (2, 3 e 4 de junho) se deram em razão da cirurgia sofrida pela filha de Sarney, a então senadora Roseana Sarney, acompanhada por ele naquele mês.

“O presidente fez questão de não pedir licença, porque achou que era uma questão pessoal. Ele estava muito transtornado na época”, lembra Mendonça, em referência ao escândalo dos atos secretos, que pôs, por mais de um semestre, o senador no epicentro das denúncias em 2009, quase custando seu posto.     
 
O senador Efraim Morais é o campeão de faltas não justificadas com 5,8% das faltas totais, seguido dos senadores Roberto Cavalcanti com 3,4%. Em seguida vem o senador Cícero Lucena (PSDB) com 2,5% do número total de faltas.

Porém, no número total de faltas o ranking muda com o senador tucano liderando com 33 faltas em 121 sessões, sendo 30 faltas justificadas e 3 não justificadas, em seguida vem o democrata Efraim Moraes, com 22 faltas em 121 sessões, 15 delas justificadas e 7 injustificadas, por último o senador Roberto Cavalcanti com 22 faltas em 116 sessões, sendo 18 justificadas e 4 injustificadas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.