Política

Direção do PT veta participação de filiados no conselho de Agra

Decisão foi tomada em reunião na noite de terça-feira (1). Segundo partido, conselho fere agenda da sigla.




A executiva estadual do PT decidiu, em reunião realizada na noite de terça-feira (1), que o partido não deve participar do conselho político que vai planejar a candidatura à reeleição do prefeito de João Pessoa, Luciano Agra (PSB). Em resolução publicada ontem, a direção estadual referenda que já havia ficado decidido que a sigla terá candidatura própria na capital paraibana, com o deputado estadual Luciano Cartaxo (PT).

Na resolução, a executiva estadual do PT diz que o conselho político do PSB fere o que ficou decidido pelo partido. “Entendemos que este conselho é um espaço meramente decorativo, sem poder de deliberação e que serve apenas como espaço para cooptação de partidos, visando repetir no município a aliança estadual conservadora formada pelo PSB, PSDB e DEM, da qual o PT é oposição”, diz a direção do partido no documento.

A posição da executiva estadual é totalmente oposta a do diretório de João Pessoa. Na última semana a direção municipal aprovou uma resolução para integrar o conselho político de Luciano Agra. Inclusive foram indicados os nomes do vereador Benilton Lucena e do presidente Antônio Barbosa.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.