Política

Deputado e presidente da Câmara de CG são denunciados pelo MPPB

Manoel Ludgério teria usado empregada doméstica para desviar R$ 72,5 mil da ALPB.




Manoel e Ivonete Ludgério só vão se pronunciar após terem acesso ao ter da denúncia do MPPB

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) denunciou o deputado estadual Manoel Ludgério Pereira Neto, a esposa dele, que também é a presidente da Câmara de Vereadores de Campina Grande, Ivonete Almeida de Andrade Ludgério, e Carlos Alberto André Nunes (assessor do casal de parlamentares) por desvio de recursos públicos para proveito próprio e alheio, através do uso de servidora “fantasma”. O processo de número 0000668-50.2018.815.0000 tem como relator o desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos.

De acordo com as investigações realizadas pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa (Ccrimp), do MPPB, o deputado estadual desviou, entre 2003 e 2009, cerca de R$ 72,5 mil da Assembleia Legislativa, através de serviços inexistentes, que nunca foram prestados à Casa Legislativa. Para fazer isso, ele usou a própria empregada doméstica como servidora “fantasma”, lotando-a em seu gabinete.

O MPPB requereu à Justiça que receba a peça acusatória e proceda a citação dos envolvidos para interrogatório e outros atos processuais, para que, ao final, provados os fatos, os denunciados sejam condenados pelo crime previsto no artigo 312 do Código Penal Brasileiro e ao ressarcimento ao erário do valor desviado com a devida correção monetária.

Outro lado

O deputado Manoel Ludgério (PSD) disse que, juntamente com a vereadora Ivonete Ludgério, não foi notificado sobre o fato, logo não pode tecer comentário em relação ao teor da denúncia do Ministério Público. “Com toda a sinceridade, não sei do que se trata esta denúncia até porque não fui ouvido nem Ivonete. Quando eu tiver acesso ao autos, vou me pronunciar publicamente”, disse Ludgério. Procurado, Carlos Alberto não foi encontrado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.