Política

Convocação de procurador desvia foco da CPI

Senadores dizem que convocação é institucional. A mesma justificativa é aplicada a subprocuradora.




Integrantes da CPI afirmaram que a discussão sobre a convocação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para falar à comissão é uma tentativa de desviar o foco principal das investigações.

Os senadores Pedro Taques (PDT-MT) e Alvaro Dias (PSDB-PR) afirmam que a convocação de Gurgel é inconstitucional, assim como da subprocuradora da República, Claudia Sampaio. "O procurador, por determinação constitucional, é o titular da ação. Só ele pode ajuizar ações penais", diz Tanque.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.