Política

Cassiano Pereira sugere que ex-senador Ney Suassuna possa deixar o PMDB

Novo secretário de interiorização sugere a possibilidade de Ney Suassuna entrar definitivamente no grupo político do governador Cássio e até sair do PMDB.




Phelipe Caldas

O secretário de interiorização do Estado da Paraíba, Cassiano Pereira, declarou na tarde desta terça-feira (22), em entrevista à rádio 101 FM, que apesar de não poder falar em nome do ex-senador Ney Suassuna, acredita mesmo que a tendência é ele tomar o rumo de apoio integral ao grupo do governador Cássio Cunha Lima (PSDB). E mesmo que não tenha dito isto com todas as palavras, acabou por ventilar a possibilidade de Ney deixar o PMDB.

Esta é a primeira vez que alguém ligado ao ex-senador admite, mesmo que veladamente, que Ney pode deixar a única legenda que já integrou ao longo de sua vida política. “O ex-senador ficou muito magoado com tudo o que vem acontecendo no PMDB, e em especial ao ocorrido nas eleições de 2008”, destacou.

O novo secretário admitiu também que sua nomeação à secretaria de interiorização foi discutida em reunião no Rio de Janeiro, com o governador Cássio Cunha Lima, o senador Ney Suassuna e o próprio Cassiano. “O governador aproveitou sua ida ao Rio, quando assistiu ao jogo final do Fluminense na Copa Libertadores da América, para fazer uma visita à residência do ex-senador. Ele inclusive disse que aquele encontro o deixava tão feliz, que amenizava a derrota do time carioca no jogo contra a LDU”, explicou.

Sobre sua atuação na secretaria, Cassiano disse que sente-se honrado por fazer parte de uma secretaria “tão importante”, e confirmou que desde ontem já vem trabalhando intensamente no novo cargo. “Conversei com auxiliares e comecei a me colocar a par das responsabilidades da pasta”, frisou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.