Política

Câmara debate mudanças no Vestibular 2009

Paiva defende mudanças acessíveis a estudantes de escolas públicas e estima crescimento de 70 para 100 mil inscritos em 2009.




Câmara debate mudanças no Vestibular 2009

Da redação
com assessoria da CMJP

O vereador professor Paiva abriu a sessão desta segunda-feira (16), que discute as mudanças no Vestibular 2009, comparando o desnível da qualidade do ensino oferecido aos estudantes das escolas públicas municipais e estaduais com as novas exigências do Processo Seletivo Seriado 2009.

Para ele é importante que o aperfeiçoamento do processo seletivo seja acessível a todos os estudantes. Paiva comentou que apenas 20% a 30% das vagas destinadas são ocupadas por alunos da rede pública. E lembrou que João Pessoa ocupou o 26º no último relatório de Índice de Desenvolvimento Educacional Básico (IDEB).

Já o presidente da Coperve João Lins convidou a sociedade a participar das discussões que regulamentam o processo seletivo de 2010, já que as mudanças para o vestibular 2009 já foram efetivadas. Os interessados podem acessar a página da Comissão na internet.

Mudanças
A própria Coperve já anunciou mudanças no Processo Seletivo Seriado (PSS-2009) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Entre as novidades, está a pontuação parcial para os candidatos que acertarem parte das questões da prova. As inscrições para o vestibular serão de 6 a 24 de agosto e o exame será realizado no dia 23 e 24 de novembro para a primeira e segunda séries. A terceira série e redação vão acontecer no dias 21 e 22 de dezembro.

Informações da Coperve dão conta de que outra mudança para o PSS-2009 será as questões de múltipla escolha nas provas do primeiro, segundo e terceiro ano e não haverá quesitos abertos para os candidatos. As questões serão de dois tipos: múltipla escolha com cinco alternativas (A, B, C, D e E), em que somente uma é verdadeira, e afirmativas (I, II, III, IV, V), em que mais de uma é correta.

A prova de redação, motivo de preocupação de pelo menos sete em cada 10 candidatos, não sofrerá mudança. Para quem fará o terceiro ano, serão cobradas duas questões de produção textual com gêneros textuais diversos, a exemplo de carta, notícia, reportagem, resenha, crítica, etc.

Nas provas referentes à primeira e segunda série do ensino médio, candidatos responderão sete questões de Português e mais sete de Matemática, ambas de múltipla escolha, e ainda três quesitos afirmativos, totalizando dez questões. História, Geografia, Língua Estrangeira, Química e Física terão cinco questões de múltipla escolha e três itens do tipo afirmativo, totalizando oito.

Já nas provas do terceiro ano, cada matéria terá seis questões de múltipla escolha e quatro do tipo afirmativas. No PSS do ano passado, as provas do primeiro e segundo ano admitiam apenas questões de múltipla escolha. Nas provas do terceiro, além das questões de múltipla escolha, os candidatos responderam itens exigindo somatório de valores e perguntas que requeriam respostas abertas.

No primeiro tipo, os candidatos somavam os números que antecediam as afirmativas das questões. No segundo modelo, os inscritos respondiam tópicos abertos cujos resultados estavam entre zero e 99.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.