Política

Caio Roberto se irrita com especulações de Hervázio Bezerra

Líder disse que retomada das atividades vai balizar fidelidade ao governo Ricardo.




Caio Roberto. foto: Nyll Pereira/alpb

Caio Roberto diz que segue no governo. Foto: Nyll Pereira/alpb

Em meio às especulações sobre uma possível redução da base de sustentação ao governo na Assembleia Legislativa, o líder do grupo, deputado Hervázio Bezerra (PSB), pôs em xeque apenas a permanência do deputado Caio Roberto (PR) na base governista. Na retomada das sessões ordinárias, agendada para a próxima terça-feira (20) improvisadamente no plenário da Câmara Municipal, devido a reforma na sede, o socialista esperar contar uma maioria de 24 dos 36 deputados da Casa.

Hervázio Bezerra questionou a fidelidade de Caio Roberto ao projeto socialista devido ao pedido de exoneração do irmão, Bruno Roberto (PR), da secretaria de esporte, Juventude e Lazer, no início do ano. Na época, os irmãos asseguraram que a decisão significava rompimento com o governo.

“Não sei qual vai ser a postura, a conduta do deputado Caio Roberto, já que o seu irmão era secretário e entregou o cargo, fazia parte do governo e hoje não faz mais. O deputado Wellington Roberto tem dito que isso não significou um rompimento com o governo, mas acho que nós vamos ter um balizamento certo a respeito disso, um termômetro mesmo, com a postura, a conduta, do deputado Caio Roberto na Assembleia”, afirmou.

Caio Roberto ficou bastante ofendido com as declarações de Hervázio, proferidas à imprensa nesta quinta-feira (15), na reabertura dos trabalhos realizadas no auditório do Ministério Público do Estado. Para o perrepista, o problema é que tem muita gente que vincula apoio ao governo à indicação de cargos. “Não é o meu caso. Pode ser a de alguns, mas a minha não. Tanto é que continuo com Ricardo, sim. Aprendi a admirar o cara mesmo sem fazer mais parte da administração com a saída de Bruno”, criticou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.