Política

Cada deputado paraibano recebe R$ 11 mil de verbas indenizatórias

Pesquisa revela que Paraíba gasta com seus deputados R$ 4,75 milhões por ano, R$ 11 mil por mês para cada. Assembleia não soube explicar o uso deste dinheiro.




Da Redação

De acordo com pesquisa feita pela revista eletrônica Congresso em Foco, a Paraíba gasta com seus 36 deputados R$ 4,75 milhões por ano, o que equivale a R$ 11 mil por mês para cada. Este valor se soma a outras receitas como verba de gabinete, verba social e ao próprio salário. E em pesquisa na manhã desta quarta-feira (13) o Paraíba1 não conseguiu descobrir quais os critérios para uso deste dinheiro.

Veja o valor da verba indenizatória em cada estado

Foram consultados a assessoria de imprensa, a diretoria da Casa de Epitácio Pessoa e a Ouvidoria da Assembleia. Além deles, um contato com o presidente Arthur Cunha Lima (PSDB) foi tentado, mas o deputado está viajando e não atendeu ao telefone. A assessoria e a diretoria não souberam informar e a Ouvidoria ficou de pesquisar e responder à reportagem, mas não o fez até o fechamento da notícia.

Na lista das assembleias estaduais, que podem gastar até R$ 189 milhões com verba indenizatória, a Paraíba está entre as casas que recebe o menor volume de dinheiro em valor absoluto. No entanto, quando comparado o valor recebido pelos deputados paraibanos e pelos paulistas, por exemplo, fica clara uma distorção. Os deputados paulistas, que devem ter custos mais alto que os paraibanos, recebem R$ 17,4 mil.

Um levantamento feito pela Câmara Federal revelou ainda que em oito assembleias o montante reservado para os deputados estaduais supera o total destinado aos parlamentares federais. Alagoas está no topo do levantamento. Cada deputado estadual alagoano tem direito a ser ressarcido em até R$ 39 mil a cada mês por despesas com o mandato.

Denúncias de mau uso do dinheiro público à disposição de deputados, como o escândalo das verbas sociais, trouxe à tona o desejo da população em saber como é aplicado este tipo de contribuição. E foi justamente a pressão popular que fez com que deputados de várias Assembleias Legislativas do país discutissem, na última sexta-feira (8), o uso da verba indenizatória no 6º Encontro do Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas, que contou com a presença de 20 representantes das 27 casas do país, inclusive com o representante paraibano.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.