Política

Aracilba: Sessão é para defender apadrinhados políticos e não servidores

"A arrecadação do estado é só para pagar a folha e não sobra nada para investimento", acrescentou Aracilba.




Da Redação

A sessão especial para discutir a demissão de comissionados na Assembleia Legislativa virou tumulto nesta quarta-feira (17). A rejeição de um pedido de ordem da deputada  Daniella Ribeiro fez com que Frei Anastácio se retirasse do plenário durante a sabatina dos secretários.

A secretária das finanças, Aracilba Rocha, chegou a ser vaiada no plenário lotado por servidores, quando disse que a sessão proposta não é para defender servidores, mas sim apadrinhados políticos.

O outro ponto polêmico é que os Aracilba Rocha e Luzemar Martins da controladoria se esquivaram do assunto assunto principal das demissões e usaram a tribuna para falar sobre os problemas financeiros do estado e destacar o desrespeito a Lei de Responsabilidade Fiscal.

"A arrecadação do estado é só para pagar a folha e não sobra nada para investimento", acrescentou Aracilba.

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.