Política

Anísio diz que oposição vai barrar votação da MP da Cruz Vermelha

Medida Provisória sobre a terceirização do Trauma já foi prorrogada por mais 60 dias



arquivo
arquivo
Deputado Anísio Maia

Da Redação

Durante audiência pública ocorrida nesta quarta-feira (14) na Assembleia Legislativa, o deputado Anísio Maia (PT) garantiu que a bancada de oposição vai barrar a votação da Medida Provisória que dispõe sobre o contrato de gestão com a Cruz Vermelha e com outras organizações sociais. Na ocasião, estiveram presentes sindicalistas, profissionais da área de saúde, vereadores, estudantes e representantes do Fórum Paraibano em Defesa do SUS e Contra as Privatizações.

“Vamos barrar o projeto de privatização. Vamos barrar esta Medida Provisória nefasta que o Governo trouxe vergonhosamente para privatizar o Hospital de Trauma, para privatizar a saúde. Contem com o nosso apoio. Queremos que no dia em que esta emenda for votada vocês venham preencher as galerias da ALPB para dizer não, juntamente com os deputados da oposição, a este projeto”, disse o deputado Anísio Maia.

Dentre as reivindicações do movimento social, estava a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as condições em que o Hospital de Trauma se encontrava ao ser entregue para a Cruz Vermelha. “Queremos que os deputados se comprometam a não votar esta emenda que instala a OAS no Trauma. E queremos ainda que eles encaminhem um pedido de CPI mais abrangente do o que foi apresentado recentemente”, afirmou Socorro Borges, uma das lideranças do movimento.

O deputado petista parabenizou a criação do Fórum Paraibano em Defesa do SUS que conta com a real participação popular. “Este sim, é o verdadeiro Fórum. Ele conta com a legítima participação popular e democrática. Não é igual ao outro, o Fórum em Defesa do Desenvolvimento da Zona Sul, que está em defesa de interesses privados e é patrocinado por um grupo de empresários , além de todos os seus componentes estarem vinculados ao Governo estadual ou municipal, acoplados ao PSB”, revelou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.