Política

ALPB cria apoio financeiro para familiares de deputados e servidores falecidos

A matéria foi proposta pela Mesa Diretora para ajudar família de Genival Matias.




Foto: divulgação

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou a criação do Programa de Solidariedade do Poder Legislativo, que pretende dar apoio financeiro, ao cônjuge ou dependente de servidor da Assembleia ou deputados falecidos durante a legislatura. O texto foi votado em regime de urgência urgentíssima na sessão extraordinária realizada nesta terça-feira (4), através de videoconferência.

O Projeto de Resolução de autoria da Mesa Diretora teve como motivação ajudar financeiramente a família do deputado Genival Matias (Avante), que morreu no último dia 19 de julho, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O apoio financeiro, de acordo com o projeto, será em parcela única resultante da contribuição de deputados e demais servidores com 1% do subsídio mensal, que deverá ser paga retroativa a julho.

De acordo com o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB), autor da proposta, o desconto é no valor bruto, o que para o deputado corresponde ao desconto de cerca R$ 200 e uma apoio ao viúvo ou viúva entre R$ 100 mil a R$ 200 mil.

O relator da matéria, o deputado Tião Gomes (Avante), avaliou de forma positiva a criação do Programa de Solidariedade do Poder Legislativo. “Um dos projetos mais justos aprovados por esta Casa nos últimos anos. Parabéns ao presidente Adriano Galdino pela iniciativa”, comemorou Tião.

“Agradeço a todos os parlamentares pela solidariedade e compreensão nesse momento. É um projeto muito importante que contempla não só os deputados, mas, principalmente, os nossos funcionários”, declarou o presidente da Casa, Adriano Galdino, autor da proposta.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.