Policial

Vigilante é morto ao ajudar motorista de ônibus em João Pessoa

Dois homens chegaram armados, renderam as vítimas, roubaram a arma de um dos seguranças e efetuaram diversos disparos. 




Dois vigilantes do Cemitério São José, no bairro Cruz das Armas em João Pessoa, foram baleados durante a noite de quinta-feira (29) enquanto ajudavam um motorista que teve o ônibus quebrado em frente ao cemitério. Elivan Cunha da Silva, de 28 anos, foi baleado na cabeça e morreu no Hospital de Emergência e Trauma.

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), Elivan estava trabalhando com  Luis Carlos Santana Pereira, de 50 anos, quando um ônibus quebrou em frente ao cemitério e eles foram auxiliar o motorista. Pouco depois, dois homens chegaram armados, renderam as vítimas, roubaram a arma de um dos seguranças e efetuaram diversos disparos. 
 
Elivan foi atingido na cabeça e foi socorrido inconsciente para o Hospital de Trauma por um carro da PM, que foi interceptado na BR-230, por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que deu continuidade ao atendimento, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. 
 
Luis Carlos levou um tiro de raspão na perna e também foi encaminhado para o Hospital de Trauma, onde passou por atendimento médico de emergência e após período de observação recebeu alta hospitalar.
 
A Polícia Militar realizou rondas na região, mas não localizou os suspeitos. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.