Policial

Vigia cochila e bandidos atacam creche

Bandidos teriam aproveitado o cochilo de um vigilante e pularam o muro do prédio.




Uma creche estadual foi alvo de bandidos na última quarta-feira, em Campina Grande. De acordo com um porteiro, que preferiu não se identificar, o local já foi assaltado pela terceira vez nos últimos dois anos. A Creche Estadual Maria Tereza, localizada na rua João Suassuna, no bairro do Monte Santo, foi invadida e teve vários objetos furtados.

De acordo com o 2º Batalhão da Polícia Militar, os bandidos teriam aproveitado o cochilo de um vigilante e pularam o muro do prédio. No local, eles tiveram tempo de levar dez colchões que eram usados por funcionários e usuários, dois botijões de gás que serviam para preparar merenda das crianças e ainda sacos de polpas de fruta e outros alimentos.

A Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande ainda está iniciando as investigações e não há suspeitos do crime. De acordo com um funcionário do prédio, os assaltos na região são frequentes. A creche já teria sido assaltada uma vez em 2010, outra em 2011 e agora pela primeira vez este ano.

A 3ª Região de Ensino informou que a creche já está recebendo reforço de grades nas janelas e entrou em contato com a Patrulha Escola para intensificar rondas na área. De acordo com a Polícia Militar, duas viaturas e 12 policiais fazem a segurança preventiva e ostensiva na rede escolar pública de Campina Grande.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.