Policial

Trio é detido acusado de morte no Sertão

Homens foram presos após denúncia de testemunha; eles são suspeitos de executar a tiros um servente de pedreiro.




A Polícia Militar prendeu na manhã de ontem, na cidade de Catolé do Rocha, no Sertão do Estado, três suspeitos de executar a tiros um servente de pedreiro, no fim da noite do último domingo. O trio foi encaminhado para o município de Patos para fazer um exame de residuograma de chumbo. O objetivo é detectar se há vestígios que possam ‘comprovar’ as ligações dos acusados com o assassinato.

A polícia chegou até os suspeitos após uma testemunha informar que dois dos acusados foram vistos nas proximidades do local onde a vítima, Orlando Silvestre da Silva, de 29 anos, foi executado. Os dois suspeitos seriam irmãos de um inimigo da vítima, segundo a polícia.

De acordo com o delegado Sheldon Andrius, que está investigando o caso, o crime aconteceu no bairro São Francisco, quando a vítima estava chegando de motocicleta e estacionava o veículo próximo a um bar. Dois homens teriam se aproximado e um deles realizado os disparos contra o servente de pedreiro.

“Nós temos informações de que a vítima havia atentado contra a vida do principal acusado, Jailson Fernandes de Sousa, de 28 anos, mas como ninguém foi preso em flagrante, só após o exame de chumbo é que saberemos quem efetuou os disparos contra a vítima”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o acusado Jailson estava escondido embaixo de uma cama, em uma casa desabitada na rua do Matadouro, no mesmo bairro, e contra ele já havia um mandado de prisão por homicídio. O corpo da vítima foi encaminhado para o Núcleo de Medicina Legal (Numol) de Patos, para que fosse feita a perícia. Os nomes dos outros dois suspeitos não foram divulgados.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.