Policial

Radialista é preso acusado pelo crime de estelionato

Rociberg é acusado de organizar esquemas fraudulentos para agilizar a liberação de precatórios no TJPB.




O radialista Rociberg Leandro Lacerda, de 51 anos, foi preso na manhã de ontem acusado de organizar esquemas fraudulentos para agilizar a liberação de precatórios no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). O acusado foi preso no apartamento onde mora, no bairro de Intermares, em Cabedelo. No prédio, os policiais apreenderam ainda uma BMW, avaliada em R$ 150 mil, que estava com pendências tributárias.

De acordo com o mandado de prisão preventiva expedido pela 6ª Vara Criminal, o radialista responderá pelo crime de estelionato . Conforme as investigações, realizadas desde 2012 na Delegacia de Defraudações de João Pessoa, Rociberg Leandro chegava a cobrar até R$ 85 mil para, supostamente, agilizar o andamento de precatórios. No entanto, segundo o delegado Lucas Sá, o acusado recebia o dinheiro das vítimas, mas não realizava o trabalho prometido. Além disso, ele teria ameaçado uma das vítimas para que a fraude não fosse denunciada.

Ainda na tarde de ontem, o radialista foi encaminhado ao Presídio Desembargador Flósculo da Nóbrega, o Róger, em João Pessoa, onde permanecerá por cinco dias em uma cela com os demais detentos presos ontem. Após esse período, segundo a direção da penitenciária, ele deve passar para uma cela comum.

Mesmo com a prisão do acusado, o delegado Lucas Sá informou que as investigações continuam para saber se há outras pessoas envolvidas nas fraudes, já que o radialista tinha residência fixa em Brasília (DF) e só vinha a João Pessoa para aplicar os golpes.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.