Policial

Quatro motos são roubadas em menos de oito horas em CG

Roubos aconteceram em pontos diferentes da cidade. Os ladrões fugiram e não foram encontrados.




Da Redação

A Polícia Militar de Campina Grande registrou nesta quarta-feira (13), quatro roubos de motocicletas, duas delas eram de mototaxistas que estavam em horário de trabalho. Em todas as ocorrências os ladrões conseguiram fugir e não foram encontrados.

O primeiro roubo aconteceu por volta das 14h40, no bairro do Catolé, o mototaxista informou que pegou uma corrida no bairro Santo Antônio em direção ao Catolé, quando nas proximidades do estádio “O Amigão”, o acusado anunciou o assalto e levou da vítima uma motocicleta Titan preta. O acusado fugiu em direção ao Distrito dos Mecânicos .

A segunda ocorrência foi registrada no bairro da Catingueira, por volta das 16h40. A vítima, de 40 anos, que preferiu não se identificar informou que trafegava na sua motocicleta Titan vermelha perto do Bar da Galinha, quando foi abordado por dois homens em uma moto, um deles estava armado e anunciou o assalto. Os bandidos fugiram em direção à Alça Sudoeste.

O terceiro roubo aconteceu no bairro das Malvinas, por volta das 19h30. A vítima um industriário de 21 anos, estava em uma moto Titan preta, quando percebeu que estava sendo seguido por dois homens em outra moto vermelha de placa não identificada. Os dois homens anunciaram o assalto, roubaram a moto da vítima e fugiram sem deixar pistas.

A quarta e última ocorrência do dia aconteceu no bairro do Monte Santo, por volta das 20h30. A vítima era mototaxista e estava próximo à rua Antonieta Cavalcante quando foi abordado por dois homens a pé que anunciaram o assalto e levaram sua moto, um aparelho celular e uma quantia de R$ 40.

A Polícia Militar fez rondas por todos os bairros na tentativa de achar os acusados. Todas as vítimas foram orientadas a prestar queixa na delegacia.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.