Policial

Presos os acusados de assaltar e atirar em vigilante da UFPB

Vigilante foi assaltado no Campus I da UFPB e levou um tiro na cabeça. Vítima está no Hospital de Trauma em estado grave.




Da Redação

Polícia prende cinco acusados de participar do assalto a um vigilante que foi atingido com um tiro na cabeça, na noite da última quarta-feira (25), no Campus da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. Os acusados são menores de idade. Um deles confessou o crime e estava com a arma que foi roubada do vigilante após o crime.

A vítima foi abordada pelos rapazes nas proximidades do ginásio de esportes, que fica por trás da Reitoria. Após o ataque,  Williams Rodrigues ainda chegou a pedir ajuda pelo rádio e caminhou cerca de 200 metros em busca de socorro. Ferido, ele chegou ao posto de segurança e foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma, onde está internado em estado grave.

A vigilância do Campus I da UFPB é feita por 82 seguranças, entre funcionários terceirizados e servidores públicos. O chefe do setor na UFPB, João de Deus, disse que o plano para reforçar a segurança do campus está em andamento.

Segundo ele, foi enviado um relatório à Reitoria em abril solicitando mais cinco ou sete postos de segurança. "Estamos apenas aguardando o processo de licitação que precisa ser feito para dar início à ampliação do serviço", comentou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.