Policial

Presidente de torcida organizada do Treze é assassinado em CG

Polícia ainda não sabe motivo do crime. Morte de Pablo Santos é o primeiro homicídio de 2015 em Campina Grande.
 
 




Na manhã desta quinta-feira (8) foi registrado o primeiro homicídio de 2015 em Campina Grande. O caso aconteceu na Avenida Rio Branco, no bairro da Prata, e a vítima foi  Pablo Gonçalves Santos, 20 anos. De acordo com a Polícia Civil, o rapaz era presidente da Torcida Jovem do Galo, do Treze Futebol Clube, mas ainda não foi confirmado se o crime tem alguma relação com rivalidades de torcidas. Pablo foi executado com cinco tiros.

Testemunhas informaram que o crime foi praticado por dois homens que passaram em uma moto atirando. Segundo a polícia, Pablo ainda tentou correr, mas caiu baleado e morreu no local.

A vítima morava próximo a rua onde o crime aconteceu e logo amigos e parentes chegaram no local, entrando em estado de choque ao ver o jovem morto.

O caso está será investigado pela delegada de homicídios Tatiana Matos, que informou que ainda não tem nenhuma pista sobre o motivo do crime ou autoria. “Ainda é muito cedo para dizer qualquer coisa, mas o que percebemos é que se trata de uma execução, tendo em vista a quantidade de tiros”, disse.

Este foi o primeiro homicídio em Campina Grande neste ano. No ano passado foram registrados 153 assassinatos na cidade.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.