Policial

Polícia Rodoviária Federal prende grupo de “matadores” na Paraíba

Eles foram detidos por estarem portando armas e munição sem registro e posteriormente confessaram fazer parte de uma quadrilha que comete assassinatos.



Divulgação
Divulgação

Maurício Melo

Três pessoas foram presas durante operação de combate ao crime do Grupo de Policiamento Tático (GPT) da Polícia Rodoviária Federal de Campina Grande na noite de ontem (20) em Campina Grande. Eles foram detidos por estarem portando armas e munição sem registro e posteriormente confessaram fazer parte de uma quadrilha que comete assassinatos.

Emerson Vieira da Silva, de 18 anos, Diego Pereira Oliveira, de 21, e um adolescente de 17 anos foram detidos por volta das 23h, no posto da PRF de Santa Teresinha, no km 142 da BR-230. Com eles, que estavam em um Corsa, de placas MNS-8560 de Santa Rita/PB, três revolveres calibre .38 com seis munições cada,além de oito municões de espingarda calibre 16.

Depois que foram abordados e detidos, os acusados confessaram que faziam parte de uma quadrilha que saiu de Campina Grande por volta das 14h de ontem para cometer um assassinato em Santa Rita. Porém, durante a noite, parte dessa quadrilha foi presa em Santa Rita por policiais militares, junto com um revólver e a espingarda calibre 16. Por conta disso, Emerson, Diego, e o adolescente resolveram fugir de volta para Campina.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.