Policial

Polícia registra cinco assassinatos em Campina Grande no fim de semana

Dos cinco crimes, três foram cometidos contra jovens de 18 anos e a polícia ainda não tem pistas dos responsáveis




Da redação

Final de semana violento em Campina Grande. A Polícia Militar registrou cinco homicídios, sendo um no sábado e os demais nesse domingo (15). Do total, pelo menos três vítimas são jovens. O primeiro homicídio registrado foi na noite de sábado (14), por volta das 22h, no bairro da Glória II. A vítima foi um estudante de 18 anos. Durante uma ronda de rotina pelo bairro, a Polícia Militar encontrou o jovem caído no chão, com marca de vários disparos e já morto. Ninguém soube informar o motivo do crime, nem encontrou nenhum suspeito pela área.

No domingo, por volta das 10h30, no bairro do Catolé, uma outra morte foi registrada. A vítima foi um auxiliar de serviços gerais, de 57 anos. Um solicitante ligou para o Copom da PM informando que havia um homem ferido, por trás da arquibancada do Estádio Amigão. Quando a viatura esteve no local, os moradores da localidade informaram que a vítima estava lanchando em uma barraca próximo ao estádio, quando um homem de cor morena, alto e magro, passou em uma moto, atirando. O homem foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital. Nenhum suspeito foi encontrado.

O outro homicídio aconteceu por volta das 17h, também de domingo, no bairro de Bodocongó. A vítima mais uma vez um estudante de 18 anos, que já cumpriu pena socioeducativa no Lar do Garoto, localizado em Lagoa Seca. A PM esteve no local e encontrou o jovem caído com vários ferimentos na cabeça. A equipe do SAMU fez exames preliminares constatou que a vítima teve traumatismo craniano provocado por várias pancadas. Nenhum suspeito foi encontrado.

Ainda no bairro de Bodocongó, por volta das 20h, um homem foi assassinado e mais dois ficaram feridos. As três vítimas bebiam em um bar, quando um homem ainda não identificado, sacou o revólver e atirou várias vezes contra os três. Um morreu no local e outros dois, atingidos tiros no braço, ombro e cabeça, foram levados para o hospital em estado grave. A PM constatou que os disparos foram feitos de curta distância. Testemunhas informaram que o acusado fugiu em uma bicicleta e não foi encontrado.

O quinto caso foi contra um jovem de 18 anos, no bairro Ramadinha II, por volta das 20h do domingo. Uma testemunha informou à polícia que teria observado vários disparos de arma de fogo em uma rua daquele bairro. A polícia chegou ao local e e constatou que um estudante foi atingindo com dois tiros no tórax, e um em cada braço. A equipe do SAMU esteve no local, mas a vítima não resistiu. A viatura fez rondas mais nenhum suspeito foi encontrado.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.