Policial

PF da PB prende foragido da justiça

Homem foi preso em Campina Grande. Ele é acusado de homicídio e era procurado há 13 anos pela Justiça do Ceará.



Divulgação
Divulgação

A Polícia Federal prendeu em Campina Grande um homem acusado de homicídio e que era procurado há 13 anos pela Justiça do Ceará. O comerciante Juremar Solimar da Penha, de 44 anos, foi detido na manhã de ontem na Feira de Gado do Parque de Exposições Carlos Pessoa, na Alça Sudoeste. Ele é acusado de um duplo assassinado no ano de 1998 na cidade de Cariús-CE, quando pai e filho foram mortos a tiros.

De acordo com a polícia, o acusado confessou o crime e alegou que agiu em legítima defesa. Entre as vítimas estava um menino de apenas 10 anos, que teria se colocado na frente do pai no momento dos disparos e acabou sendo baleado.

Juremar relatou em depoimento que não tinha intenção de matar a criança, mas admitiu que o alvo era o pai dela, dono do bar onde o crime aconteceu e com quem tinha uma rixa. As investigações apontam que o acusado estaria bêbado quando atirou ns vítimas.

Além do mandado de prisão por homicídio, o comerciante foi autuado em flagrante por falsidade ideológica, já que usava o nome de José Josimar Ferreira. Com o acusado, a polícia apreendeu documentos como carteira de identidade e de habilitação emitidos no Estado de Sergipe com os dados falsos. Após os testes de autenticidade, a PF identificou que os documentos são originais, mas foram obtidos de forma fraudulenta.

Segundo as investigações, o acusado estava morando há pelo menos 10 anos na Paraíba e atualmente estava residindo no Distrito de São José da Mata, em Campina Grande, onde criava gado. “A Polícia Civil do Ceará foi informada de que ele estaria em Campina Grande e nos encaminhou toda a descrição do acusado e conseguimos localizá-lo com o apoio do serviço de inteligência da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar”, explicou Adriano Moreira, delegado-chefe da PF em Campina Grande.

O mandado de prisão contra o acusado foi expedido em 2008 pela juíza Mabel Viana Maciel, da comarca de Jucás-CE. Na manhã de ontem, o comerciante foi ouvido e autuado na delegacia da Polícia Federal em Campina Grande e em seguida encaminhado para a Penitenciária Padrão, no Serrotão, onde ficará detido até que a justiça cearense solicite a transferência para o Estado vizinho.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.