Policial

Pedreiro é preso acusado de estupro no bairro Jardim Paulistano

Acusado estava sendo agredido por moradores quando foi preso pela Polícia Militar.




Da Redação

No fim da tarde desta terça-feira (31), por volta das 18h, foi efetuada a prisão do pedreiro Eduardo Ferreira da Silva, 51 anos, acusado de tentativa de estupro contra duas menores de idade, uma de oito anos e outra de dez anos, no bairro do Jardim Paulistano em Campina Grande.

A Polícia Militar ao chegar no bairro encontrou o pedreiro sendo agredido pelos moradores, ele estava sendo acusado por tentativa de estupro. Segundo informações da mãe de umas das menores de idade, na noite de segunda-feira (30) por volta das 20h30, deu falta da filha, e ao procurar por ela, encontrou a menina chorando, lavando mãos e pés, ela ainda estava acompanhada de Eduardo.

Ainda segundo informações da mãe, no outro dia a garota contou que o acusado teria tentado abusar sexualmente da garota. A viatura da PM foi acionada e ao chegar no bairro encontrou o pedreiro sendo agredido por moradores. O acusado recebeu voz de prisão e foi levado para a Central de Polícia.

Eduardo, que é residente na cidade de Areial, está em Campina Grande trabalhando em uma construção, e não foi preso, pois o juiz de plantão estava ausente na hora da prisão. O mandado não foi expedido porque foi uma denúncia e não um flagrante. O acusado foi liberado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.