Policial

Padrasto é acusado de abuso sexual

Menina de 12 anos foi abusada durante dois anos pelo padastro, o homem é considerado foragido.




Um homem está sendo acusado de abusar sexualmente durante 2 anos de uma enteada de apenas 12 anos, na cidade de Cacimba de Dentro, no Curimataú do Estado.

Adalberto Pereira da Silva está sendo considerado foragido pela polícia e deverá responder, segundo o delegado do município Ilamilton Simplício, pelo crime de estupro de vulnerável. Segundo a polícia, o caso começou a ser desvendado na última quinta-feira, depois que a mãe da criança encontrou em casa um preservativo usado.

Ela desconfiou das atitudes da filha e levou a menina para o hospital. “Chegando ao hospital o médico orientou que ela levasse a menina para a Unidade de Medicina Legal para fazer exames. E aí ela pensou em voltar atrás. Mas um funcionário do hospital acionou o Conselho Tutelar e a polícia e aí intimamos a genitora a prestar esclarecimentos na delegacia. Lá chegando, a criança acabou contando tudo com detalhes”, relatou Ilamilton Simplício.

De acordo com o delegado, o acusado chegou a ameaçar de morte a criança, caso ela contasse à mãe ou à polícia sobre os abusos. “Ele abusava dela desde os 10 anos e assim que soube da informação fugiu”, acrescentou Ilamilton. As denúncias podem ser feitas pelos telefones: 3373-1200 e 3379-1216.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.