Policial

Operação com a FAB vai devolver 76 presos aos estados de origem

Transferência dos presidiários será realizada em operação conjunta do Governo do Estado com a Força Aérea Brasileira. Operação Retorno começou por uma sugestão do CNJ.




Da Secom-PB

A Secretaria de Cidadania e Administração Penitenciária (Secap) encaminhou ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) a relação dos presos de outras unidades prisionais da federação, custodiados no sistema prisional do Estado da Paraíba. Atualmente são 76 presos, que serão removidos para os seus Estados de origem através de uma ação conjunta com a Força Aérea Brasileira (FAB).

As transferências fazem parte das operações que o Depen está promovendo, em todo o país, para devolver aos estados de origem presos que aguardam julgamento em unidades prisionais distantes da região onde os crimes foram cometidos.

Dentre as unidades de destino estão o Distrito Federal e os Estados de Minas Gerais, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Paraná, Roraima, Rio Grande do Sul e Bahia.

A iniciativa – batizada de ‘Operação Retorno’ – começou em setembro de 2009, por sugestão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A medida tem por finalidade ressocializar e acelerar a tramitação dos processos na Justiça, já que estarão nas respectivas comarcas onde respondem pelas infrações. Dos 76 presos que serão removidos, 13 deles estão atualmente sob custódia da Penitenciária Procurador Romero Nóbrega, em Patos.

Em seguida, vem a Penitenciária de Campina Grande Agnello Amorim (Monte Santo), com 6 presos; a Penitenciária Regional de Campina Grande Raimundo Asfora (Serrotão), com 7; a Penitenciária de Segurança Máxima Criminalista Geraldo Beltrão, com 5; a Colônia Agrícola Penal do Serrotão (Sousa), com 4, e a Penitenciária Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1 e PB2), com um apenado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.