Policial

Oito pais foram presos por abandono e maus tratos de filhos no São João de CG

Ações aconteceram durante os 30 dias de Maior São João do Mundo, no Parque do Povo e também no Distrito de Galante, na zona rural.




A operação São João deflagrada Delegacia de Infância e Juventude, e a Delegacia de Repressão a Crimes Contra Infância e Juventude resultou na apreensão de 14 adolescentes flagrados em situação de risco e na prisão de 12 adultos acusados de abandono, maus tratos e por fornecerem bebidas alcoólicas a menores de 18 anos. As ações aconteceram durante os 30 dias de Maior São João do Mundo, no Parque do Povo e também no Distrito de Galante, na zona rural. Os dados foram divulgados na manhã desta terça-feira (7). 

Segundo a delegada Nercília Dantas, oito pais foram presos depois que seus filhos foram flagrados em situação de maus tratos ou de abandono, nos locais. “Desde o início alertamos que não seria permitida a entrara de crianças e adolescentes desacompanhadas no Parque do Povo. Alguns foram com consentimento dos pais e outros escondidos, o que não tira a responsabilidade deles”, explicou a delegada. 
 
As situações que mais preocuparam a Polícia Civil foram os casos de quatro adolescentes encontradas em situação de prostituição. Apesar do flagrante, nenhum agressor foi identificado. “Não encontramos ninguém abusando essas meninas, mas flagramos elas sozinhas em locais afastados com roupas sensuais e com preservativos nos bolsos. Fizemos a apreensão e também autuamos os responsáveis”, explicou Nercília Dantas. 
 
Venda de bebidas para menores de 18 anos 
 
Nos casos envolvendo o consumo proibido de bebida,  a Polícia Civil flagrou 10 adolescentes consumindo substâncias alcoólicas. Na oportunidade foram presos, em flagrante, quatro adultos acusados de fornecerem as bebidas, sendo que dois deles eram barraqueiros que trabalhavam no evento e realizaram a venda proibida e outros dois eram colegas mais velhos que permitiram o consumo. 
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.